O Ensino do Português no 1º Ciclo do Ensino Básico - Construção de saberes profissionais no contexto do PNEP e do novo programa de português

 

  Braga, Instituto de Educação da Universidade de Minho/ 2010

A publicação deste livro, em dois volumes, constitui o resultado da reflexão e das experiências produzidas a partir da Universidade do Minho, enquanto instituição formadora, partilhadas com as escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico, envolvidas no projeto e no contexto do Programa Nacional do Ensino do Português. Definidos desde a introdução como preferenciais recetores da obra os professores formandos abrangidos pelo PNEP, mas motivados igualmente todos aqueles cujas alterações curriculares em curso façam sentir como necessária esta leitura, cedo poderemos, no entanto, constatar como a relevância da obra poderá tornar imperativa a sua consulta por todos os docentes deste nível de ensino.

As introduções que acompanham cada um dos volumes oferecem-se como guias seguros no que diz respeito ao desenho conceptual da obra, alicerçada no pressuposto do desenvolvimento da investigação no âmbito do ensino e da aprendizagem da língua materna no primeiro ciclo do Ensino Básico.

Complementam-se os dois tomos da obra. O primeiro, de caráter mais teórico, da responsabilidade de Íris Susana Pereira, explica as opções metodológicas do projeto cujo percurso formativo se vai descrevendo. No segundo, tomam voz formadores e formandos - num total de trinta e três autores, aqui não nomeados porque o espaço o não permite - atestando uma pluralidade de distinta proveniência bem significativa quanto à envolvência do projeto. Ao longo de doze capítulos, retratam-se estratégias de abordagem de conteúdos, descrevem-se procedimentos e metodologias, convocam-se os atores do processo de ensino-aprendizagem e fazem-se confluir às páginas do livro amostras das suas produções, em contextos variados. Estamos em crer que ganharia o leitor em saber sempre qual o ano de escolaridade a que se reporta cada um dos capítulos.

Uma das mais-valias deste projeto parece-nos o modo como cada um dos seus intervenientes se desvela, realçando dúvidas e hesitações, questionando práticas docentes, mesmo se suas, numa autorreflexividade que cumpre realçar pelo que ela significa de busca de melhores e mais conscientes formas de ensino da língua materna.

O Programa Nacional de Ensino do Português não prescindirá, no balanço que fizer, desta e doutras obras que propiciou. Os resultados hão de ter sido, contudo, em primeira instância os vividos por cada um dos sujeitos intervenientes.

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas