Progressões: CRUP quer resumir a 1 ponto

Colega,

é hoje notícia a intenção de alguns membros do CRUP de arrasar com as avaliações de desempenho passadas, limitando à contabilização de um ponto por ano. Os reitores dessa linha argumentam que o nosso sistema de avaliação de desempenho não possui diferenciação do mérito.  

O cumprimento das regras diferenciadas num sistema de pontuação que avalia com escrutínio cada percurso individual, os regulamentos plenos de fórmulas e pontos calculados à centésima (senão à milésima), a obrigação de apresentar todos os comprovativos, tudo é simplesmente varrido do mapa.  

Já passaram mais de 60 dias desde que a Lei de Orçamento de Estado entrou em vigor. Uma lei com estatuto reforçado.   Os membros do CRUP, que tão diligentemente aplicaram a legislação quando esta implicou desvalorizar (senão mesmo criando regulamentos com o intuito de desvalorizar), arrastam agora os pés quando se trata de valorizar pelo mérito. Note-se os mesmos que reservaram para si avaliações automáticas de Excelente.  

Em termos de estado de direito, no Ensino Superior e Ciência caminhamos aceleradamente para a degradação.  

E o colega, vai pactuar com isto?

Saudações Académicas e Sindicais
A Direção do SNESup

7 de março de 2018

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas