O futuro inventa-se: a formação de cidadãos criativos e empreendedores e o papel da nova universidade

Autor: António Câmara
Editora: Objectiva, 2009

 

O livro lança um desafio para que a universidade portuguesa deixe de se reduzir à função de local de ensino para se assumir também como centro cívico que promova o debate, a inovação e o empreendedorismo.

As propostas apresentadas no livro baseiam-se na experiência pessoal do autor como professor e investigador na Universidade Nova de Lisboa e em várias instituições de ensino universitário no estrangeiro, em particular nos EUA. Resultam também da sua experiência de uma década como CEO da YDreams, um projecto empresarial que teve a sua génese na universidade.

Para o autor, que retrata a experiência universitária para focar os desafi os do ensino, os desafios na gestão universitária e os desafi os para o empreendedorismo universitário, a universidade portuguesa deve assumir o papel de ‘motor‘ de criação das indústrias do futuro e de liderança da inovação científica e empresarial, permitindo que o futuro se invente. António Câmara retoma a proposta de Richard Sennett, que, para fazer face ao futuro incerto em termos de emprego, sugere que os sindicatos assumam o novo papel de recuperar os que não se formaram ou estão à procura de emprego, sugerindo que sejam as universidades a desempenhar esse papel, devendo ser capazes de criar agências de emprego.

 

António Câmara é Professor Catedrático da Universidade Nova de Lisboa e é Chief Executive Officer da YDreams.

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas