Migrações e participação social

Autores: M. Margarida Marques; Rui Santos; José Leitão
Editora: Fim de Século, 2008

O fenómeno da imigração, enquanto factor que marca profundamente a transformação recente da sociedade portuguesa, é analisado neste livro a partir de um estudo sociológico que incidiu sobre o processo de realojamento realizado no município de Oeiras na mudança do século XX para o século XXI. O recurso a fundos europeus para concretização dos processos de desenvolvimento local obrigou ao envolvimento de organizações formadas a partir de populações migrantes. Incidindo sobre as associações de origem imigrante e a sua institucionalização, sobre a intervenção política e estatal em contexto suburbano e os impactos que teve na participação dos imigrantes, e sobre o protagonismo crescente das associações, a análise dá conta do modo como as intervenções urbanísticas e os novos padrões residenciais transformaram as dinâmicas de representação e de intervenção, fazendo emergir um associativismo imigrante que fomentou lógicas de intermediação e de participação.

Margarida Marques é socióloga, professora da FCSH-UNL e investigadora do SociNova/Migrações. Rui Santos é sociólogo, professor da FCSH-UNL e investigador no Instituto de Sociologia Histórica - UNL. José Leitão  é advogado, deputado e foi, entre 1996 e 2002 alto-comissário para a Imigração e as minorias étnicas.

Nota: No número 30 da Revista, por lapso, não foi referido que Domingos M. Vaz é Organizador do livro Cidade e Território - Identidades, urbanismos e dinâmicas transfronteiriças.

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas