Situação Epidemiológica Ensino Superior

11/19/2020

Colega,

é importante termos permanentemente monitorizada a situação de contágios no Ensino Superior.

Temos conhecimento de que apenas algumas instituições publicam regularmente um boletim com a situação, enquanto noutras existe um quase secretismo sobre o número de casos.

Para bem da comunidade, é importante que possa ser conhecida a situação epidemiológica de cada instituição, compreendendo o número de casos, bem como a razão do seu contágio (no exercício de atividades académicas e científicas, ou fora de ambiente académico).

A existência destes boletins deve ser regular e abranger todas as instituições de ensino superior, devendo existir também uma forma centralizada de contabilização de casos, que deve ser operacionalizada pela Direção Geral de Ensino Superior.

Nestes boletins deve constar a distribuição de casos de contágio ativo, por componente do corpo académico (alunos, professores, investigadores, funcionários), bem como por contexto de contágio (fora ou dentro de ambiente letivo/de investigação), assim como o número de elementos em quarentena.

É também fundamental informar o SNESup de situações de surtos ativos na instituição, bem como de qualquer alteração ao exercício das atividades letivas.

A forma como temos vindo a enfrentar esta pandemia demonstra o nosso empenho, resiliência e profissionalismo. A comunidade académica tem vindo a demonstrar sinais extraordinários de empenho, procurando resolver o necessário, com enorme esforço e dedicação (mesmo quando por vezes esbarram com a prepotência instalada). Este exemplo pela positiva deveria ser acompanhado de melhor reconhecimento pelo país.

Queremos por isso deixar aqui uma palavra de estímulo e de reconhecimento: bem haja pelo seu trabalho!

Juntos conseguiremos superar este momento difícil.

#juntossomosmaisfortes
#éparacumprir

Saudações Académicas e Sindicais,
A Direção do SNESup
19 de novembro de 2020

Share This