Avaliação de Desempenho e Pandemia

04/12/2021

Colega,

A pandemia que atravessamos trouxe profundas implicações ao trabalho dos docentes que, consequentemente, terão efeitos nos resultados da avaliação de desempenho. Mas os docentes não podem ser prejudicados num período em que tanto se empenharam, pessoal e profissionalmente, para encontrar as melhores soluções e manter os cursos a funcionar com os estudantes envolvidos em processos de ensino-aprendizagem.

Por isso, o SNESup enviou hoje ao Conselho de Reitores (CRUP) e ao Conselho Coordenador dos Politécnicos (CCISP) uma proposta para que, nos resultados de avaliação de desempenho docente referentes a 2020, 2021 e 2022, nenhum colega fique com uma classificação final inferior à que lhe foi atribuída antes do início de pandemia.

A proposta do SNESup é aplicável em todas as instituições de Ensino Superior, de forma a que fique garantido o princípio de equidade.

As implicações da pandemia na avaliação do desempenho docente já foram realçadas pelo SNESup em reunião com o CCSIP e com o CRUP, pelo que contamos com acolhimento a esta nossa proposta.

A pandemia trouxe vários desafios aos docentes, sobretudo pela exigência de terem de reconfigurar continuamente as atividades letivas em função da evolução da situação do país.

A avaliação de desempenho tem de refletir a dedicação e todo o trabalho que os docentes têm abraçado durante este difícil período.

Exigimos uma avaliação justa.

#éparacumprir

Saudações Académicas e Sindicais,
A Direção do SNESup
12 de abril de 2021

Share This