mmmmm

Universidades sentadas em cima do pote do dinheiro!

Várias universidades detêm saldos de gerência e excedentes orçamentais e no entanto persistem nas políticas de degradação das condições de trabalho dos docentes, não renovação dos quadros, não cumprimento dos rácios entre categorias, subversão das cargas letivas aplicadas aos docentes convidados, contratações sem remuneração, etc.

Na Universidade dos Açores uns recebem as valorizações remuneratórias e outros não!

No Ensino Superior muito depende da nossa consciência coletiva e da nossa capacidade de ação enquanto classe profissional. É preciso que todos percebamos que a lei está por nós e que #eparacumprir!

As valorizações decorrentes de alteração do posicionamento remuneratório constituem uma parte integrante do vencimento salarial e são obrigatórias por força dos regulamentos de avaliação de desempenho e da lei do Orçamento de Estado de 2018. Deste modo, ao não pagarem as valorizações remuneratórias as instituições colocam-se na posição de terem os salários dos seus trabalhadores em atraso.

ISCTE-IUL – Audição do SNESup

Posição do SNESup sobre o Projeto de alteração ao Regulamento de Recrutamento e Selecção de Pessoal Docente Especialmente Contratado do ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa – 08/10/2015 Projeto de Regulamento Interno de Recrutamento e Seleção de Pessoal...

ISCTE-IUL – Projetos de Regulamentos

Projeto de Regulamento Interno de Recrutamento e Seleção de Pessoal Docente em Regime de Contrato Individual de Trabalho por Tempo Indeterminado – 23/06/2015 Projeto de alteração ao Regulamento de Recrutamento e Seleção de Pessoal Docente Especialmente...

Escola de Economia e Gestão – UMinho – Audição do SNESup

Projetos de regulamentos de Avaliação de Desempenho dos docentes das Unidades Orgânicas de Ensino e Investigação da Universidade do Minho. Contributo Preliminar – 21/01/2011 Projetos de regulamentos de Avaliação de Desempenho dos docentes das Unidades Orgânicas...