Recortes de Imprensa

Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa também cortou salários dos professores convidados

A Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa também reduziu os vencimentos dos seus professores convidados. Os docentes com contratos a 40% passaram para vínculos de 30%, o que implica uma perda salarial. Na semana passada, já tinha sido conhecida decisão idêntica na outra Faculdade de Medicina de Lisboa, na Universidade Nova, que foi denunciada pelo SNESup.“O ensino de Medicina não pode ser visto como um part-time.”, alertou ao Público Gonçalo Leite Velho.
Público

read more

Universidades. Casos de covid-19 ‘escondidos’

“Os casos que temos são todos fora da comunidade e não têm dado origem a surtos no interior das instituições. Portanto, a comunicação é a melhor forma de conseguir ultrapassar mitos que se possam construir em torno da covid-19 e, sobretudo, danos em relação à comunidade exterior”,explicou ao SOL Gonçalo Leite Velho, lembrando ainda que “muitas destas instituições estão em cidades pequenas, tudo ganha uma dimensão que desvaloriza a instituição, que passa a ser conhecida por um sítio onde existe possível contaminação mas onde estão a esconder casos. Isso é a pior coisa que pode acontecer para uma instituição de ensino superior”, concluiu.
SOL

read more

Fórum TSF: a COVID-19 está a afetar o dia a dia nas escolas e universidades?

SNESup diz, no Fórum TSF, que as medidas que têm vindo a ser tomadas permitem que, neste momento, as universidades e politécnicos sejam locais seguros. Os contágios que se têm vindo a registar são “muito pontuais e desenvolvidos fora do espaço das atividades académicas e de investigação” e não se têm “desenvolvido enquanto surtos”. No Ensino Superior “temos um funcionamento que controla a pandemia”.
TSF

read more

OMS quer escolas abertas e Sindicato Nacional do Ensino Superior concorda

A Organização Mundial de Saúde explica que as crianças e os adolescentes não são os impulsionadores do contágio, e defende que o confinamento é uma perda de recursos que provoca muitos efeitos secundários, como danos na saúde mental e o aumento da violência de género. O sindicalista Gonçalo Velho receia que fechar escolas seja hipotecar o futuro dos jovens portugueses e propõe uma plataforma de dados para divulgar e monitorizar a situação do contágio.
RTP online

read more

Fecho antecipado das escolas?

Não há razões científicas que apoiem o fecho de universidades e politécnicos e alerta que encerrar as instituições pode “hipotecar o futuro dos jovens”, diz Gonçalo Velho à Antena 1. SNESup defende a criação de uma plataforma de divulgação dos dados epidemiológicos de todo o Ensino Superior, sendo centralizada e monitorizada pela DGES.
Antena 1

read more

Governo pode encerrar universidades e institutos politécnicos

Gonçalo Leite Velho diz à rádio Observador que é com “estranheza” que vê a intenção do Governo em fechar as instituições de ensino superior, por causa da pandemia. “Não conhecemos nenhum estudo que indicie a questão do aumento dos contágios dentro do ambiente universitário. Antes pelo contrário”, referiu o presidente do SNESup que, em declarações à rádio Observador frisa ainda que os “professores estão a fazer aquilo que lhes compete”, que é manter o ensino presencial.
Rádio Observador

read more
Share This