Recortes de Imprensa

Só número residual de estudantes regressa às universidades

“Há situações muito díspares”, assegura o Snesup que culpa o ministro Manuel Heitor pela resposta “completamente descoordenada” das instituições. “É cada um por si”, alerta Gonçalo Velho, garantindo que há reitores que nos planos de regresso não preveem a distribuição de máscaras a docentes. A fatura da covid-19, estima o SNESup, pode ser de “milhares de euros” quanto à compra de máscaras mas atingir “milhões de euros” em perdas por propinas de estudantes estrangeiros ou projetos de investigação
Jornal de Notícias

read more

A fatura e o futuro

Não poderemos falhar às nossas instituições de Ensino Superior e Ciência. É o futuro que está em jogo, sem margem de erro.
Público online

read more

Covid-19: Universidades de Coimbra e Évora contrariam recomendações do Governo – Sindicato

As universidades de Coimbra e de Évora não estão a seguir as recomendações feitas pela tutela para a cessação do estado de emergência, decorrente da pandemia de covid-19.“Os dados de algumas universidades relativamente ao plano de contingência demonstram não só uma desautorização do ministro Manuel Heitor, como indicações completamente díspares e que significam um salve-se quem puder”, disse à agência Lusa o presidente do SNESup, Gonçalo Velho.
Saúde+/Lusa

read more

Sair do medo

Não temos uma rede de Ensino Superior. Temos cada vez mais feudos, receosos de perder um pequeno poder, embrião de ideias tão alucinadas como substituir todo o ensino presencial por ensino à distância, escreve Gonçalo Velho no Observador.

read more

Sindicato apela ao regresso coordenado às universidades para evitar desigualdades

A decisão sobre o regresso das aulas presenciais no ensino superior deve ser coordenada entre as instituições, para não acentuar desigualdades na qualidade dos cursos. “É preciso garantir a qualidade dos cursos e a autonomia das decisões dos diferentes reitores não pode prejudicar esta questão, da qualidade e da acreditação, porque, em última análise, quem sai prejudicado são os alunos”, disse à Lusa Gonçalo Leite Velho.
TSF/Lusa

read more

“Acho muito difícil que as avaliações estejam concluídas em julho”

Presidente do SNESup critica o Ministério do Ensino Superior por nunca ter ouvido o sindicato durante o processo de adaptação ao ensino à distância nem agora, na preparação do regresso à normalidade possível. Em entrevista ao Expresso, conta que o sindicato já propôs o alargamento do período de avaliação com a criação, por parte de algumas universidades, de épocas de avaliação extraordinárias de forma a atenderem aos problemas dos alunos.

read more

Faculdades sem verbas para compra de material de higienização e de proteção

SNESup considera que “neste momento não estão reunidas as condições” para o regresso às aulas presenciais no dia 4 de maio. Em declarações à Sic, Gonçalo Velho, diz que é cada vez mais evidente que há “um problema que parece escondido” que é o de financiamento. Governo diz que cabe às universidades e politécnicos suportar as despesas com o material de higienização e de proteção dos alunos, dos docentes e não docentes. Mas ao SNESup já chegou “a indicação de alguns diretores de escolas ou de presidentes de faculdades a dizerem que não têm os recursos financeiros suficientes para adquirirem o material necessário”, alerta o presidente do SNESup.

read more
Share This