As instalações de Lisboa, Porto e Coimbra encontram-se encerradas. Os serviços continuam assegurados através do contacto telefónico e correio eletrónico.

Bom ano letivo 2022/23!

Numa fase em que iniciamos o novo ano letivo, não podemos deixar de assinalar que em 2022 se registou um dos mais elevados números de candidatos ao ensino superior, bem como de alunos colocados nas instituições de ensino superior públicas através do concurso nacional de acesso ( 49.806 novos estudantes colocados na primeira fase).
É o reconhecimento da parte dos jovens da importância que a qualificação tem para o seu futuro e para o crescimento na sua vida profissional.
Há, no entanto, desafios no ensino superior e ciência que importam apontar e superar! É premente que nas universidades e politécnicos existam recursos humanos, físicos e financeiros adequados para assegurar percursos de aprendizagem com qualidade.

Condições laborais dos docentes e investigadores

No âmbito da luta sindical pela dignificação do trabalho de investigação e de docência no ensino superior em Portugal, convocámos os investigadores e docentes a participar num inquérito por questionário sobre as suas condições laborais, com o objetivo de recolher informação e podermos completar os dados estatísticos oficiais já existentes.
Os dados, que partilhamos no site do SNESup, oferecem-nos indicadores importantes para que possamos compreender o estado laboral do ensino superior e da ciência no nosso país. Constatámos que em média, os docentes e investigadores, permanecem no estabelecimento de ensino onde exercem a sua atividade atual há 20 anos.

Deliberações do SNESup sobre Aumento dos Níveis Salariais

A perda real de salário que a esmagadora maioria de nós, docentes do ensino superior e investigadores, tem vivido ao longo dos anos, agravou-se nos últimos meses devido ao contexto de inflação crescente, que neste momento ultrapassa os 8%.
Esta situação torna-se particularmente prejudicial, uma vez que grande parte dos docentes do ensino superior e investigadores continua sem auferir de alterações de posicionamento remuneratório por efeito da avaliação de desempenho (devido ao sistema aplicado), nem de progressão de categoria (restringida a concursos que são em número muito reduzido).

Preparação do serviço docente

Este é o período em que estamos a encerrar as atividades letivas e se prepara um novo ciclo: 2022/23. À Direção do SNESup têm chegado noticias muito preocupantes que exigem que estejamos alerta, contribuindo para contrariar o agravamento de injustiças e ilegalidades.
O próximo ano letivo vai contar com novos cursos, aprovados ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), situação que está a criar um quadro muito preocupante. Há instituições em que se desconhece como serão aplicados os financiamentos provenientes do PRR e outras em que se defende que os mesmos sejam utilizados para contratar professores convidados.

Combater a precariedade na ciência

Por solicitação do Presidente da Comissão de Educação e Ciência, Deputado Alexandre Quintanilha, o SNESup enviou ontem para a plataforma da Assembleia da República, a sua apreciação sobre o Projeto de Lei nº 90/XV/1.a. da iniciativa do Partido LIVRE.
No documento remetido ao Parlamento que pode ser consultado aqui sublinhamos, na generalidade, a importância de promover e concretizar iniciativas políticas e legislativas que permitam diminuir a precariedade contratual dos investigadores científicos.

Vantagens para associados!

Associar-se ao Sindicato Nacional do Ensino Superior (SNESup) é estar na linha da frente da defesa e dignificação das nossas carreiras, enquanto docentes e investigadores e unirmo-nos na luta pelos nossos direitos. É, também, um movimento associativo, de pertença a uma classe profissional, a um todo pelo Ensino Superior e Ciência.
Com o intuito de reforçarmos os benefícios de pertencer ao SNESup, atualizamos os protocolos com parceiros que oferecem descontos.

Share This