Urgente: Financiar a ciência

O financiamento da ciência em Portugal marcou, na sequência de uma petição do Movimento 8% e com propostas do PCP e do Livre, a agenda e a discussão da Assembleia da República no dia de ontem. 
O SNESup considera fundamental e necessário o aumento do investimento na ciência – pilar indiscutível do desenvolvimento económico e social dos países – através de uma linha de ação desenhada para a resolução dos problemas que afetam este setor há várias décadas, em particular a precariedade laboral dos investigadores e a ausência de mecanismos efetivos e de progressão na carreira.

SNESup propõe alterações ao OE

O SNESup enviou, esta semana, um documento com várias propostas de alteração ao Orçamento do Estado de 2022 para a Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República.
A atual versão do Orçamento de Estado de 2022, que se encontra em fase de discussão na Assembleia da República, mantém a tendência dos anteriores orçamentos de relegar o Ensino Superior e Ciência, ao ser atribuído um financiamento estatal insuficiente ao setor. Verifica-se que a verba disponível continua a ser insuficiente para pagar os atuais salários dos docentes e investigadores.

Fórum Ensino Superior e Ciência 2022

No passado sábado, dia 28 de maio, teve lugar no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, a segunda edição do Fórum Ensino Superior e Ciência organizado pelo SNESup. 
Partimos do tema geral “Liberdade e Democracia” para promover o diálogo e o debate, com o intuito de identificar os problemas que é premente solucionar e as mudanças que são consideradas prioritárias no ensino superior e ciência.
O contributo dos participantes – docentes, investigadores, estudantes, políticos, empresários, representantes de universidades e politécnicos – permitiu-nos encontrar pontos de opinião diversos, mas também apurar consensos.

Reunião com nova equipa MCTES

O SNESup reuniu terça-feira com a nova equipa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
Na reunião, em que estiveram presentes a ministra Elvira Fortunato e o secretário de estado do ensino superior Pedro Teixeira, pudemos constatar disponibilidade para auscultar as preocupações do SNESup sobre o trabalho de docentes e investigadores. Saudamos, também, a abertura que manifestaram para receber contributos com vista à resolução dos problemas que atingem o ensino superior e a ciência.

1º de Maio – Dia do Trabalhador

Nesta data comemorativa, dedicada aos trabalhadores, recordamos o direito ao trabalho digno no ensino superior e na ciência.
Há mais de uma década que o ensino superior e ciência é alvo do subfinanciamento estatal, situação que se reflete no dia a dia e nas carreiras dos investigadores e docentes. As contratações sem remuneração ou a baixo custo; a atribuição ilegal de mais horas de aulas do que as que estão previstas por lei, e a dificuldade de progredir de escalão remuneratório são alguns dos obstáculos com que se deparam.

Revista Ensino Superior – Pedido de contributos

Apelamos à colaboração de todos os docentes, investigadores e interessados no Ensino Superior e na Investigação, a quem solicitamos o envio de inéditos até ao dia 17 de junho para o próximo número da Revista com o tema O medo no Ensino Superior.
A chamada de artigos encontra-se aberta em permanência, pelo que, a todo o tempo, receberemos contributos que serão publicados de acordo com as orientações temáticas de cada número.