Lembrete: Amanhã debate com partidos políticos

 É já amanhã, dia 21 de fevereiro, que se realiza o debate “Ensino Superior e Ciência. Escolhas no Presente que Constroem Futuro” pelas 15:00, no Anfiteatro Nobre da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), com representantes dos partidos políticos candidatos ao círculo eleitoral pelo Porto.
Contamos com a presença de todas e todos no debate.
Caso não lhe seja possível estar presente pode acompanhar o evento via online.

Convite: Debate com partidos políticos

O Sindicato Nacional do Ensino Superior organiza no próximo dia 21 de fevereiro pelas 15h00, na FLUP, o debate “Ensino Superior e Ciência. Escolhas no Presente que Constroem Futuro”, com representantes dos partidos políticos candidatos ao círculo eleitoral pelo Porto.
O debate, que se pretende aberto e participativo, incidirá sobre as principais questões do ensino superior e ciência na atualidade e os desafios de futuro. Será, ainda, uma oportunidade para conhecer mais detalhadamente as propostas que cada partido está a preparar para o nosso setor.

Congresso pela Liberdade Académica, 8 de fevereiro, em Tunes

O SNESup participa no Congresso pela Liberdade Académica, no próximo dia 8 de fevereiro, em Tunes, Tunísia. O encontro de Sindicatos de países como Portugal, França, Tunísia, Senegal e Burkina Faso tem como tema central o “Financiamento da investigação científica e o seu impacto nas liberdades académicas”.

Concentração de investigadores e docentes da UAlg

Na próxima terça-feira, dia 5 de dezembro às 14h00, o SNESup, a ABIC e o SPZS-FENPROF promovem uma iniciativa conjunta para defender a dignidade das pessoas que se dedicam à investigação e à docência na Universidade do Algarve.

Reunião UTAD | 22 setembro | 10h30

A direção do SNESup organiza uma reunião de docentes e investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, no próximo dia 22 de setembro (sexta-feira) às 10h30 no Auditório da Biblioteca Central.
Esta ação sindical tem como objetivo promover a discussão sobre as questões laborais que afetam os docentes e investigadores da instituição. Entre as situações mais preocupantes destaca-se o incremento dos níveis de precariedade laboral e os processos de avaliação de desempenho na UTAD. Abordaremos, também, a contínua degradação das condições em que os profissionais trabalham.